José Cunha-Vaz, distinguido com o Prémio BIAL de Medicina Clinica 2012

José Cunha-Vaz, investigador português, Professor emérito da Universidade de Coimbra e Presidente da Associação para a Investigação Biomédica e Inovação em Luz e Imagem (AIBILI) é em 2012 o cientista distinguido com o Prémio BIAL de Medicina Clinica 2012, no valor de 100 mil euros.

José Cunha-Vaz é reconhecido pelo trabalho que tem desenvolvido na área da Retinopatia Diabética, nomeadamente, do contributo para o desenvolvimento de um método de diagnóstico precoce desta complicação ocular associada à diabetes tipo II, assim como, numa melhor caracterização das fases iniciais da doença.

Investigação que pode vir a ser essencial para novas estratégias de prevenção e terapêutica personalizada nos casos mais graves, em que os doentes chegam a perder a visão devido à diabetes.

Ao longo do trabalho de investigação, a equipa liderada José Cunha-Vaz identificou três fenótipos de progressão da doença e biomarcadores de evolução da patologia usando métodos não invasivos, o que permite hoje definir estratégias de tratamentos personalizados para estes doentes.

«A medicina prospetiva e personalizada constitui um novo paradigma”, explica José Cunha-Vaz, citado em comunicado da BIAL e acrescenta que «se os doentes com maior risco, isto é, com maior propensão para desenvolver Retinopatia Diabética grave forem identificados, poderão beneficiar de uma estratégia preventiva».

Fonte: http://www.tvciencia.pt/tvcnot/pagnot/tvcnot03.asp?codpub=32&codnot=4

22129,

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: